Distribuidor para provedores de vários estados do Brasil, empresa atua hoje com praticamente toda a linha para fibra óptica da Redex e prevê aumento e maior constância na parceria.

Fundada em 2006, a Digital Conect logo expandiu, passando a atender os clientes da região e entorno do Distrito Federal. A empresa depois desmembrou, para focar nas compras em volume. E foi bem-sucedida, o que exigiu a abertura de uma loja maior. A unidade de Taguatinga

(DF), precedeu a ramificação para outros estados, principalmente Tocantins, onde logo a Digital Conect montou uma filial. Com essa estrutura, vinte e cinco funcionários e mais de 500 provedores regionais na carteira de clientes periódicos, a empresa é parceira estratégica da Redex Telecom para estados do Norte e Centro-Oeste.

“Iniciamos em Palmas em 2012, aproveitando incentivos fiscais que nos permitiram oferecer preços mais competitivos. Inicialmente era só depósito, sem atendimento ao cliente. Depois iniciamos atendimento e, atualmente, Palmas tem um volume de vendas maior do que a sede em Taguatinga”, diz Cleilson Nascimento de Freitas, gerente comercial da Digital Conect.

Segundo ele, há, além disso, uma empresa seccionada no grupo, a D7Net, somente para realizar manutenção de equipamentos via rádio e agora se especializando nos produtos de fibra óptica. “Também oferecemos treinamentos para redes de fibra óptica e Certificações para redes Wireless Mikrotik e Ubiquiti, principalmente no Distrito Federal, Pará, Maranhão e Tocantins”, salienta.

Cleilson conta que conheceu a Redex numa Feira de Negócios e logo surgiu interesse pela representação dos produtos. Iniciaram com poucas unidades de OTDR, com o intuito de ampliar o volume gradativamente. Hoje a Digital Conect distribui praticamente toda a linha para redes de fibra óptica da Redex, incluindo máquina de fusão, conectores, spliters, caixas de terminação óptica (CTO) e caixa de emendas ópticas (CEO). “O volume de compra ainda é relativo e depende muito de disponibilidade de estoque e demanda dos clientes. Mas estamos avançando na previsibilidade e a prova disso é que estamos fechando uma programação para comercializar 800 spliters da Redex por mês”, diz ele.

Os clientes são provedores regionais do Norte e Centro Oeste. Alguns, em menor escala, atuam em estados nordestinos, como Maranhão e Bahia. “Por questão cultural e econômica de cada região, alguns provedores estão mais desenvolvidos que outros. No Sul do país, por exemplo, já está quase tudo ‘fibrado’, então já não há tanta demanda de ferragens. Já no Norte e Centro Oeste, onde temos o nosso maior volume de clientes, as empresas estão no meio desse caminho. Ou seja, ainda demandam ferragens para concluir implantações, mas também precisam de equipamentos para manutenção das redes que já operam”, finaliza o especialista da Digital Conect.

Gostaria de receber nossas novidades no seu e-mail?