Crownway é ponte segura para importação de produtos de telecom direto da China

Crownway é ponte segura para importação de produtos de telecom direto da China

Empresa do Grupo Redex importa, armazena, entrega e garante a manutenção dos produtos por até dois anos no território nacional.

Um levantamento do grupo britânico CRU, publicado pelo jornal brasileiro Valor, mostra que o mundo demandou cerca de 600 milhões de quilômetros de fibra óptica em 2020. A China consumiu metade disso. Não por menos ela concentra grande parte da fabricação mundial de fibras e tecnologias para construção e manutenção de redes ópticas. A alta demanda local também impulsionou a qualidade tecnológica dos fabricantes chineses nos últimos anos, e isso motivou a criação da Crownway, empresa brasileira do Grupo Redex dedicada à importação de produtos direto da China para o atendimento da crescente demanda das operadoras e provedores regionais no Brasil.

Com armazéns nos estados do Espírito Santo e São Paulo, a Crownway estabeleceu organização logística semanal, otimizando os prazos e trâmites alfandegários dos clientes. A empresa também facilita a comunicação durante as fases de encomenda, dispondo de atendimento em português e espanhol. “Além de nos tornarmos a ponte mais segura para a importação de produtos e equipamentos da China, prezamos por garantir que as operações dos nossos clientes não fiquem desassistidas. Por isso, os produtos importados contam com garantia da Redex por até dois anos para clientes de todo o território brasileiro”, diz Felipe Soares, Diretor Administrativo da Redex.

A linha de produtos importados pela Crownway é extensa e inclui máquinas de fusão, power meters e OTDRs da marca XFibers, pertencente ao Grupo Redex. Também inclui passivos de rede de cobre, fibra óptica e TV a cabo, assim como as ferragens e acessórios plásticos tradicionais da companhia desde a sua fundação, em 1981. “A Redex é desenvolvedora e co-desenvolvedora de grande parte dos produtos da Crownway e dispomos de moldes industriais em cinco fábricas na China e em duas fábricas no Brasil. Isso nos confere o pleno conhecimento industrial para garantir possíveis manutenções, além de treinamentos e certificações profissionais dos nossos clientes”, conclui Soares. 

Compartilhe:

Outros artigos

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments